Ocorreu um erro neste gadget
CLIQUE NA ÁGUA DO AQUÁRIO PARA ALIMENTAR OS PEIXES.
.

12 de nov de 2012

PARA SONHAR E CRIAR.

Quando a dona da casa lida com artes, o ambiente equilibrado é aquele que proporciona concentração e, ao mesmo tempo, estimula a criatividade. 

Uma casa é o reflexo direto de seus moradores. Muitos consultores dizem que perceberam, com o passar dos anos, a relação íntima entre os aspectos da análise do Feng Shui e a vida de seus habitantes, como se a planta fosse um mapa do cotidiano e dos hábitos daquela família. Não é acaso, então, que a entrada da casa de alguém que trabalha diariamente cm arte esteja exatamente no setor relacionado  à Criatividade.
De acordo com a Escola da Bússola, esta é a direção Oeste da planta. Com os elementos Água e Metal como seus regentes, este é o lugar ideal para objetos descontraídos e até infantis, já que a criatividade nunca é tão aguçada quanto na infância. Livros de histórias e tons pastel fazem referência às crianças e libertam o lado lúdico.
Essa mistura de referências, que traz os candelabros clássicos de Metal misturados ao contemporâneo quadro referente à Água, exige muito bom-senso aliado à imaginação para dar certo. Este é o canto certo para literalmente brincar com a decoração.
As cores brancas, preta e azul-bebê evocam os elementos pertencentes a esta área com os objetos de decoração. Branco é a cor do Metal, que é usada como fundo para o preto e o azul. Os tons da Água estão presentes em detalhes que vão da almofada à caixa de quebra-cabeças. Os próprios elementos estão presentes em referências mais explícitas como nos quadros brancos que trazem caranguejos e conchas ou no material metálico dos candelabros.

Os elementos Metal e Água, regentes nesta área, juntos em uma mistura de estilos que realça a criatividade.




O antigo baú, enfeitado com flores e cristais, está atrás do sofá para curar o posicionamento deste, de costas para a entrada. O acessório evita a sensação de desconforto e exposição.


Recebendo bem
Receber em casa é uma delícia. Diferentemente de ir a um bar ou a um restaurante - onde, obrigatoriamente, convivemos com quem estiver no local -, quando unimos os amigos para tomar um vinho ou bater um papo em casa, temos o privilégio de escolher os convidados. Mas mesmo tendo só as pessoas mais queridas à nossa volta, elas vêm de diferentes lugares com vibrações que nem sempre são as ideais. O trânsito, a falta de tempo e o excesso de trabalho são fatores que exercem uma carga negativa nas pessoas. Por isso, não só a entrada da casa deve ser a mais bonita e agradável possível, como o cômodo em que você recebe precisa exercer a função de transformador, proporcionando tranquilidade, relaxamento e alegria a quem chega. 
Uma casa com plantas e flores é um ambiente com vida, que exige cuidado, atenção e uma certa dose de carinho, o que realça nosso lado mais positivo e responsável. Écomprovado cientificamente que as flores podem mesmo mudar o humor das pessoas e a energia dos ambientes, sendo, ainda, um termômetro da vibração que passar por ali - espécies morrendo facilmente são um indicativo de que algo não está bem. O hábito de ter flores na sala de estar não surgiu à toa, afinal este é o espaço mais frequentado por pessoas fora do círculo familiar.
Nesta sala, o ambiente se divide em dois setores: o da Criatividade, na direção Oeste, que abrange a entrada e o lado esquerdo da sala, e o da Proteção (Amigos), na direção Noroeste, do lado direito. Mesmo com todos os elementos ativados, a decoração mescla estilos e funciona perfeitamente. "É difícil dizer se aqui existe Feng Shui. Mas a técnica está em plena harmonia com cada objeto e detalhe, escolhidos com carinho pela proprietária da casa, que levou em conta seu gosto e suas impressões sobre eles.
A Criatividade é incentivada em um painel de quebra-cabeças com fotos de obras, monumentos e artistas, que vão do auto-retrato de frida kahlo à foto de carmem miranda.
No canto oposto, onde ainda está a criatividade, a mesa de apoio comporta uma série de enfeites de metal e referências à água, como o espelho, os peixes e a concha.
Na área correspondente à Proteção (Amigos), santinhos e uma foto do pai evocam esse sentimento.

 Tudo em seu lugar
O que fazer com uma área do trabalho bem no meio da sala? Ou pior, entre duas salas? É possível usar cores e elementos do setor para impulsionar a vida profissional, mas a proprietária deste apartamento utilizou todos os recursos possíveis e improvisou um discreto home office. Nesse espaço, foi inserido o computador e a agenda, tudo na mais perfeita ordem, para evitar energia estagnada onde as idéias devem fluir.
Com regentes como os elementos Água e Madeira, na direção Norte, aqui a recomendação é evidenciar o máximo de toques nas cores azul e preta nos poucos objetos mantidos sobre a mesa - o excesso significa muita informação e traz confusão mental. O elemento Madeira é realçado pelo quadro com tons de verde e a representação do próprio material de que é feito.
A divisão entre o home office e a sala de jantar é exatamente onde se separam Norte e Nordeste, sendo este último o setor da Sabedoria, do Auto-conhecimento. Aqui, representado por Terra e Metal, recomendou-se  o uso das cores ocre, laranja e terra para evocar o primeiro elemento e as cores branca e bege para reforçar o segundo. Despojada do excesso de objetos, o único acessório decorativo é um prato de cerâmica no centro da mesa, que atrai  elemento Terra. Toda sala de jantar deve sempre trazer referências à fartura. Nesse contexto, quadros com pinturas de frutas têm a função de trazer abundância.

Os quadros com frutas pintadas atraem prosperidade e abundância.

Santuário protegido
O quarto é o nosso refúgio, o lugar onde vamos para recarregar as energias, descansar e nos sentirmos seguros. Ele é um reflexo do nosso mundo interno; muitos psicólogos fazem um paralelo entre a bagunça neste ambiente e a confusão mental. A dedicação pessoal na aplicação do Feng Shui aqui deve ser ainda maior, e os símbolos ainda mais pessoais.
No quarto principal, pertencente à direção Nordeste, predominam as cores laranja e branca, correspondentes aos elementos Terra e Metal. Nos ambientes com influência deste último, não se deve usar velas ou outras referências ao Fogo, pois, de acordo com a teoria do ciclo construtivo/destrutivo, este derrete o Metal. No setor da sabedoria e do autoconhecimento, o quadro pintado por um monge aflora a sensação de espiritualida e interiorização.

Os cristais no criado-mudo exercem dupla função ao ativar o metal e purificar o chi.

Para relaxar
Esse cômodo é separado para a proprietária ficar à vontade. Aqui também é a área relacionada ao dinheiro, à Prosperidade, regida pelos elementos Água e Madeira. O elemento Água se espalha pela decoração a partir do quadro com um peixe estilizado, os detalhes na cor azul das almofadas, os enfeites e a fonte localizada próximo à luminária. Já a Madeira está presente na planta próxima ao abajur e no revisteiro.
Ambientes voltados para a riqueza exigem alguns objetos que lembrem prosperidade. Neste local, a moradora optou pelas moedas chinesas enfeitando as paredes, pelo cofre em forma de porco na mesa lateral e pela nota de um dólar que, segundo a consultora, tem um aspecto místico.

Todos os elementos necessários para ativar o setor: a água da fonte, a madeira da planta, a riqueza da nota de um dólar e das moedas chinesas.

Neste canto de proteção, uma foto da imagem de Santo Antonio e do Divino Espírito Santo. Representado em barro, e a foto do pai. Os espelhos bloqueiam as energias vindas do banheiro, que está atrás da parede.

(Por, Bel Freire / Fotos, Alexandre Dotta / Consultora em Feng Shui, Martine Monios / Feng Shui em Casa ano 7 nº 36).

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...