Ocorreu um erro neste gadget
CLIQUE NA ÁGUA DO AQUÁRIO PARA ALIMENTAR OS PEIXES.
.

16 de jun de 2013

ARTE, ESTILO E BOAS ENERGIAS

Antes de retornar ao imóvel onde já havia morado tempos atrás, a decoradora Bya Barros recorreu à ajuda especial da terapeuta ambiental Mon Liu para deixar o espaço bem equilibrado e harmonioso.

Influências variadas
A sala, ampla e espaçosa, é dividida em quatro guás diferentes, nos quais obras de arte, cores e mobiliário foram planejados com cuidado. Logo na frente, área do Trabalho, livros de design e arquitetura descansam sobre o pufe. No canto da prosperidade, à esquerda, a poltrona Cuore, em formato de coração, ganhou tons de violeta, a cor da transformação, enquanto a lareira e os castiçais, situados no guá do Sucesso, reforçam as energias do elemento Fogo, relacionado a esta área. Por fim, no guá dos Relacionamentos, que fica à direita, o segredo está no quadro pintado por Tânia Bulhões, com o tema de um beijo apaixonado. O pufe Vitória Régia, dos irmãos Campana, arremata a decoração e favorece a circulação suave das energias. Fique de olho: "Conserve bem os tapetes, pois estão relacionados à família e à saúde". De tempos em tempos, faça uma limpeza física na peça, com lavagem especializada.

Família irradiada com amor
No Feng Shui, a figura da rosa é associada ao Amor, principalmente se for nas cores rosa, vermelha ou branca. O quadro, em madeira encapada com textura de tela, é uma obra de Paulo von Poser.

Na sala de jantar, a mesa é o símbolo de união familiar. "Aqui, seu formato circular favorece a interação entre os moradores". O tampo é feito em vidro de 2,5 cm de espessura, mas o segredo das energias está na base, esculpida em granito pelo artesão José Aurichio, que traz estabilidade para todos da casa. Dica: se as pessoas na mesa de jantar forem em número menor que o de cadeiras, use alternadamente cada lugar, para equilibrar o fluxo energético. "Cadeiras mais arredondadas criam uma sensação de proteção". Aqui Bya usou o modelo Lord Yo, de Philippe Starck.

Reflexão e desapego
É no quarto que a arquiteta tem o seu cantinho mais zen, particular e intimista, mas nem por isso menos descontraído. "Na fase em que me encontro, quis brincar com o dia a dia, pois sou o oposto dessa formalidade com a qual brinco no quarto". Na parede, uma imagem impressa de um rebuscado dossel dá o "it" que cria a sintonia com o romantismo e a nobreza. "Nada mais prático, já que pode ser substituído facilmente se necessário, exercitando o desapego".

Fonte das amizades
Integrada ao ofurô, a varanda é o local da casa onde Bya mais se sente à vontade, e um lugar ideal para receber os amigos, com mesas inglesas e cadeiras que produzem os modelos dos bistrôs de Paris. A área, situada no guá dos Relacionamentos, ganhou força com a instalação da fonte. "A água remete à purificação, à renovação da vida, ao sangue e às emoções". "Os fins de tarde, no bistrô da varanda ou no ofurô, combinados ao barulho da água, uma música relaxante, velas e flores, fazem deste ambiente meu predileto". Como neste guá o elemento é a Terra, duas soluções reforçam sua presença no espaço: os vasos com palmeiras que, além da privacidade, trazem o elemento em sua base; e o piso cerâmico e artesanal, utilizado em toda a varanda.

(Texto, Guilherme Mota / Fotos, Paulo Bareta / Terapeuta ambiental Mon Liu / Guia de Feng Shui ano 1 nº 1 / Ed. On Line).

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...