Ocorreu um erro neste gadget
CLIQUE NA ÁGUA DO AQUÁRIO PARA ALIMENTAR OS PEIXES.
.

28 de nov de 2012

MEU CANTO, MINHA PAZ.

Em Itu, interior de São Paulo, a aplicação de técnicas e ensinamentos do Feng Shui foi capaz de promover o tão sonhado equilíbrio no lar.


Buxinhos em formatos arredondados foram colocados, propositadamente, no hall de entrada da casa para atrair mais proteção.


O Feng Shui deve ser levado conosco para todos os cantos, e pode se revelar um excelente companheiro de viagem, seja subindo ou descendo a serra, percorrendo a estrada que nos levará ao nosso segundo lar, seja tornando os momentos de lazer e relaxamento ainda mais prazerosos e aconchegantes.
Há mais de cinco mil anos, a arte milenar chinesa, com base na observação dos fenômenos da natureza, defende a aplicação de técnicas e ensinamentos capazes de promover o tão sonhado equilíbrio no lar. Desfazer-se de objetos quebrados ou sem serventia, livrar-se da bagunça e manter a casa sempre limpa e organizada são apenas algumas atitudes que podem interferir no chi da residência e na energia pessoal dos que habitam o espaço.
Criatividade
Na sala da lareira, a disposição dos sofás vai contra os princípios do Feng Shui, já que ele não deve ficar de costas para a entrada. Entretanto, Sergio manteve a posição em respeito à decoração previamente pensada, e aplicou a cura necessária para garantir o bom fluxo de energia no local. Já a cor branca escolhida para o móvel e o formato redondo da mesinha lateral estão em perfeita sintonia no ambiente, já que a sala está no guá da Criatividade.
Cura aparente: a druza incolor foi colocada na mesa lateral da sala para rebater a energia e corrigir a posição negativa do sofá, que fica de costas para entrada do ambiente.
A sala de jantar, também localizada no guá da Criatividade, ganhou flores brancas e objetos de decoração em tons claros. Tudo para ativar o setor.

Mas o que muitos não sabem é que a sabedoria milenar também deve ser requerida em outros lugares que são tidos como a extensão da nossa residência, como a casa no campo ou no litoral, que frequentamos nas férias ou passamos os finais de semana. Segundo o Feng Shui, esse espaço não é apenas um lugar a ser considerado como retiro, ou seja, um local de descanso, mas, sim, deve ser tido como nosso segundo lar, merecendo portanto, o mesmo carinho e respeito que a nossa morada fixa.
Para Lúcia Russo, não existe essa história de primeiro ou segundo lar. "Essa é a minha casa, igualmente à da Capital", diz a arquiteta, que projetou uma bela residência de campo em Itu, interior de São Paulo. "É lá que me divirto e relaxo ao lado da minha família e dos amigos. Por isso, não pude abrir mão de usar alguns recursos do Feng Shui para proteger o local e torná-lo ainda mais agradável."
Cercada de muito verde e natureza, a casa já era considerada um reduto de paz e bem-estar. O paisagismo natural em torno do terreno foi mantido pela arquiteta. "Tenho muito respeito ao meio ambiente e acho que não é necessário degradá-lo para fazer uma casa bonita e aconchegante", declara Lúcia.
Segundo o consultor Sergio Carillo, a atitude da cliente, que não possuia muito conhecimento sobre a técnica milenar, foi muito positiva. "Manter o paisagismo natural em torno da casa ajudou a curar o declive existente no terreno. Segundo o Feng Shui, as plantas altas existentes nos fundos garantem proteção. Já na frente da casa, as espécies de portes médio e baixo representam a entrada e circulação do chi (energia vital), o que acontece naturalmente", afirma o especialista.
Como a casa já tem a natureza a seu favor - ao servir de escudo para as más vibrações -, Sergio utilizou apenas alguns recursos de cura para gerar um bom fluxo de energia no local. O maior desafio para o consultor foi adaptar os móveis e objetos que já existiam no local, uma vez que ele foi solicitado somente depois que a casa foi decorada. "Fica um pouco mais trabalhoso dessa forma, mas é interessante como o Feng Shui se aplica bem em qualquer situação, pois a técnica pode ser moldade de acordo com o estilo de vida do morador, e não o contrário", declara Sergio.
A agradável sala de jogos está no guá dos relacionamentos, perfeito para expor fotos do casal e de familiares em momentos felizes.
Os objetos de decoração devem estar em pares, como as almofadas aqui usadas. Para garantir a paixão entre o casal, foram colocadas duas pedras de quartzo rosa na mesa lateral.

Correção para o desnível
Na construção, o desnível entre a sala e os outros ambientes pediu a colocação de uma escada. No entanto, era preciso uma cura para o local, a fim de evitar que a energia se dissipasse degraus abaixo. Sergio, então sugeriu a colocação de um pequeno vaso de lírio-da-paz, que, ao primeiro olhar, passa praticamente despercebido. Outras espécies também podem ser usadas em situações como essa, como a zamiocuca.
Amigos sempre
Se depender da cozinha dessa casa, a família estará rodeada de amigos para a vida toda. O ambiente está no guá dos Amigos e apresenta todos os elementos que ativam essa área, como objetos ganhos ou trazidos de viagens, fruteiras com frutas naturais em local visível, além de vasos de violetas na cor branca em cima da janela.
A colher de pau foi utilizada como cura para a posição do fogão. Segundo o Feng Shui, esse equipamento não deve ficar ao lado da pia, pois o elemento Água apaga o Fogo. Nesses casos, um objeto de madeira deve ser colocado entre eles, uma vez que ela alimenta o Fogo, de acordo com o ciclo construtivo dos cinco elementos.

Sucesso x diversão
Quem foi que disse que sucesso não combina com decanso? Nesta casa, é possível se divertir sem se preocupar com o futuro. A área de lazer está no guá da Prosperidade, e a própria natureza se encontra a favor do setor. Plantas de floração vermelha garantem o sucesso da família.

Integração com a natureza


Assim como a área externa, a suite do casal também está no guá da Prosperidade. Com essa vista, não seriam necessários muitos recursos para reforçar a área, não é mesmo? A natureza se encarrega de trazer o bem-estar aos moradores que, mesmo deitados na cama, podem apreciar a bela visão de fora. Neste ambiente, as cores dos tecidos e o quadro em tons amarelo e dourado ativam o Sucesso.
A cor lilás também ativa o guá, por isso o cristal de ametista está exposto no criado-mudo, próximo à porta de entrada. Fotos da família em momentos prósperos também são bem-vindas.

Objetos que curam 
Acessórios que lembram o mar, como sabonetes em formato de peixes ou conchas, são ótimos para rebater a energia negativa do banheiro, considerado o vilão da casa segundo o Feng Shui, já que toda a energia - seja ela boa ou má - escorre pelos ralos e pelo vaso sanitário.
Plantas também são indicadas como cura, e a pedra Pirita deve ficar sempre visível nesse espaço.

(Consultoria em Feng Shui, Sergio Carillo / Por, Vanessa Moura / Fotos, Ricardo Novelli / Feng Shui em Casa ano 36 nº 7).

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...