Ocorreu um erro neste gadget
CLIQUE NA ÁGUA DO AQUÁRIO PARA ALIMENTAR OS PEIXES.
.

5 de mai de 2013

O SHODÔ NO BRASIL

O Shodô ultrapassou fronteiras e, em 1908, chegou ao Brasil junto com os imigrantes japoneses. No entanto, foi só a partir de 1975 que a arte da escrita nipônica conquistou notoriedade no País. Isso graças à Exposição de Arte Caligráfica Moderna do Japão que ocorreu em importantes centros culturais como o MASP (Museu de Arte de São Paulo), a Fundação Cultural do Distrito Federal, o Instituto Cultural Brasil - Estados Unidos, de Belo Horizonte e o Museu Nacional de Belas Artes, do Rio de Janeiro. O evento fortaleceu o Shodô no Brasil ao reunir inúmeros apreciadores da arte, o que motivou a união de todos os praticantes do país e resultou na criação da Shodô Aikokai do Brasil. Nampo Kurachi, um dos fundadores da associação, é o mais graduado calígrafo do Shodô no Brasil. Autor do livro "Shodô - Arte de caligrafia", que traz ideogramas originais escritos à mão. Nampo ministra aulas na Aliança Cultural Brasil - Japão, unidade Vergueiro, localizada no bairro da Liberdade, em São Paulo.
O livro "Shodô - Arte da caligrafia" apresenta ideogramas originais escritos à mão pelo calígrafo e professor Nampo Kurachi.

A evolução da escrita nipônica
A caligrafia japonesa abrange seis estilos diferentes. O tensho é a escrita mais antiga do Oriente. Com a simplificação do tensho, surgiu o reisho. No kaisho, os caracteres são compostos a partir de linhas retas, facilitando a leitura. Já no gyosho e no sosho, a expressão estética é o mais importante. Com o kana, estilo criado a partir da simplificação do kanji, tem-se formas mais concisas.

Você sabia?
O Kaki Zome é uma das principais competições de Shodô do mundo. O evento ocorre anualmente em Tokyo, onde são conhecidos os melhores calígrafos japoneses. Durante a disputa, os participantes aproveitam para escrever o que desejam realizar ao longo do ano.

A trajetória da caligrafia oriental
- 1300 a.C.: origem da escrita chinesa. Os primeiros caracteres eram registrados em ossos de animais e carcaças de tartarugas.
- 221 a.C.: padronização da escrita tensho em toda a China.
- 202 a.C. a 220 d.C.: predomínio do reisho, que era uma simplificação da escrita tensho.
- 200 d.C.: valorização da caligrafia como arte. Surgimento do Shodô. Introdução da escrita de origem chinesa no Japão.
- 229 d.C. a 681 d.C.: surgimento de três estilos de escrita: o kaisho, o sosho e o gyosho, que deram origem, mais tarde, aos kanjis.
- 681 d.C. a 908 d.C.: a arte da caligrafia ganha importância na China ao fazer parte da cultura dos intelectuais e das classes superiores.
- 794 d.C a 1192 d.C.: criação do kana no Japão. Difusão do Shodô na cultura japonesa.
- 1192 d.C até o século 20: o Shodô ganha importância no Japão, integrando as principais manifestações religiosas, culturais e artísticas.
Após 1950: popularização do Shodô no Japão. Realização de concursos e exposições. Diversificação de estilos e manifestações.

Curiosidade
O washi, papel usado na prática do Shodô, é produzido manualmente no Japão, desde o ano de 702. Feito a partir das fibras da palha de um dos mais importantes alimentos japonês - o arroz - o papel apresenta beleza singular, textura suave e alta  durabilidade. No passado, o washi era usado na impressão de registros budistas e documentos. Hoje, é matéria-prima para a confecção de caixas, porta-lápis, cestas, sem contar os biombos, papéis de parede e luminárias que compõem a decoração das residências japonesas. Além do Shodô, o washi é utilizado também em outras atividades artísticas como no origami (dobradura de papel), no chigiri-e (desenhos feitos a partir de pequenos pedaços de papel colados em uma placa chamada de shikishi) e na confecção de bonecos de papel.

Onde aprender: Aliança Cultural Brasil - Japão - www.acbj.com.br

Fontes: 
- Aliança cultural Brasil - Japão (www.acbj.com.br)
- Cultura Japonesa (www.culturajaponesa.com.br)
- Nippo - Brasil Online / Jornal
- Nippo - Brasil (www.nippobrasil.com.br)
- Nippo - Brasil Online / Nippo - Jovem (www.nippojovem.com.br)
- Revista Made in Japan (www.madeinjapan.uol.com.br)
- Sociedade Brasileira de Bugei (www.bugei.com.br)

(*Fonte: Revista Made in Japan nº 56 - maio/2002)

(Ideogramas na decoração ano 1 nº 1 - Editora On Line).

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...