Ocorreu um erro neste gadget
CLIQUE NA ÁGUA DO AQUÁRIO PARA ALIMENTAR OS PEIXES.
.

24 de mar de 2013

EMOÇÕES EM EQUILÍBRIO

No Feng Shui Clássico, casa e habitante devem ser estudados simultaneamente, pois ambos precisam ter a mesma sintonia. Nesse apartamento, os sentimentos do proprietário e as probabilidades de acontecimentos - tanto positivos como negativos - foram levadas em conta para atrair harmonia ao lar e à vida do morador.
Quando adquiriu o novo imóvel, o morador desse apartamento solicitou um estudo profundo de Feng Shui ao consultor Marcos Murakami, autor de O Grande Livro do Feng Shui Clássico, que trabalha com o Feng Shui tradicional chinês, baseado nas escolas clássicas Ba Zhai (8 Palácios), Xuan Kong Fei Xing (Estrelas Voadoras), Xuan Kong Da Gua (Grande Hexagrama), entre outras que possuem uma abordagem diferente da escola moderna conhecida como Chapéu Preto.
Além de empregar métodos de cada escola, tendo como ponto de partida a técnica Estrelas Voadoras, o profissional também estudou a construção com base nos métodos cosmológicos Jue Gong Ming Li (9 Constelações) e Zi Ping Ba Zi (4 Pilares do Destino), que analisam o mapa pessoal do morador, levando em conta suas emoções.
Segundo o especialista, a principal diferença entre o Feng Shui moderno e o clássico é que o moderno foi criado por volta de 1970 e apoia-se em um ba-guá fixo, que é alinhado à porta de entrada da casa, na área do trabalho, e define oito áreas de interesse da vida do proprietário, sendo possível ativá-las. Já o clássico recebe orientação básica de uma bússola especial chamada luo pan, que auxilia os estudiosos a integrar sistemas diversificados. "É uma pesquisa mais profunda que não analisa apenas a energia da construção da casa, mas a dos moradores também".
Com o estudo em mãos, a arquiteta Lucia Helena Bellini recebeu a missão de criar soluções inovadoras e funcionais no projeto. Seguindo as solicitação do consultor, a decoradora de interiores reuniu todo o seu conhecimento e bom gosto para adequar a planta às necessidades do morador e conseguiu garantir um espaço mais harmonioso sem perder o estilo.
Prosperidade ativada
Para Lucia, o maior desafio foi criar uma maneira de expandir a luz que entrava pela janela da área de serviço para a sala de jantar. De acordo com o consultor, essa é a luz mais importante do apartamento, pois a lavanderia está na área da Prosperidade, e por este ser um local neutro da casa, muitas vezes esquecido, era preciso criar uma conexão desse espaço com outras áreas nobres, ou seja, estimular esse fluxo positivo para outros cantos do apartamento. Para promover essa ligação, a arquiteta retirou o dormitório de empregada, que ficava entre a área de serviço e a sala, e, nesse espaço, colocou uma grande porta de correr de vidro leitoso.
Outro pedido do especialista em Feng Shui para estimular a prosperidade no ambiente foi a presença de algum objeto que refletisse o elemento Água, como uma fonte que pudesse elevar o padrão do chi (energia vital) nessa área. Com uma solução criativa, a profissional construiu uma parede falsa para encaixar uma fonte de água em uma caixa de vidro com espelho no fundo, semelhante a um nicho. O resultado é surpreendente. Além de maximizar o elemento Água no ambiente, a fonte transmite sensação de paz e tranquilidade.
Entre a área de serviço e a sala, a porta de correr de vidro leitoso garante a conexão entre os ambientes e o fluxo de energia necessário.
De acordo com a arquiteta, uma parte do teto sobre a fonte foi rebaixada para o encaixe de uma lâmina de vidro. "O cliente desejava que a fonte tivesse aparência de aquário, então lancei mão de alguns corais marítimos, sem peixes, e fizemos um registro para a água escoar pela lavanderia".

Calor e aconchego
Assim como estão presentes na sala de jantar, as cores quentes - do vermelho ao laranja - também foram indicadas para a sala de TV. A luz que entra pela janela é importante para aquecer o ambiente e atrair sucesso à vida do morador.

Barreira visual
Ao entrar no apartamento, os visitantes se deparavam com o corredor que dá acesso aos dormitórios. Porém, como os quartos desse imóvel concentram alguns pontos de probabilidade negativa, capazes de gerar problemas de saúde, financeiros e acidentes, foi necessário construir uma parede com uma porta nessa área para bloquear a visão de quem entra pela porta social. Segundo o consultor, corredores canalizam muitas correntes de ar e energia, portanto essencial criar essa barreira.

Harmonia em casa e no trabalho
Fundamentado pela escola dos 8 Palácios, Murakami concluiu que a cozinha e a área de serviço são os ambientes que mais concentram a energia da prosperidade e por isso devem conter a cor vermelha para estimular o setor, nem que esteja presente em alguns objetos. Segundo o consultor, o uso da cor tem duas funções: ativar a prosperidade na lavanderia e minimizar uma probabilidade negativa detectada pela escola Estrelas Voadoras, prevendo possíveis brigas entre o casal ou problemas no trabalho envolvendo um homem e uma mulher.

Xuan Kong Fei Xing
A Xuan Kong Fei Xing ou Estrelas Voadoras é considerada uma das técnicas mais importantes do Feng Shui. Em chinês, Xuan significa tempo e Kong é sinônimo de espaço. Estrelas, neste contexto, refere-se às características energéticas do ambiente, e Voadoras porque são dinâmicas, ou seja, movimentam-se e podem se modificar no espaço ao longo do tempo, gerando diversas possibilidades de interagirmos com elas. O mapa das Estrelas Voadoras também calcula as probabilidades de certas ações acontecerem, podendo ser benéficas ou não para os residentes, o que potencializa as vibrações favoráveis, além de exterminar os efeitos dos acontecimentos negativos.

Sono tranquilo
Na suíte, três cores foram recomendadas para atrair o equilíbrio nesse espaço: azul, branco e amarelo. Segundo o mapa pessoal do morador, a associação dessas tonalidades é extremamente benéfica ao momento atual de vida do proprietário que busca paz, inspiração e tranquilidade para seguir em frente.
No corredor dos dormitórios, o azul impera atraindo harmonia para o local que até então concentrava probabilidades de perdas financeiras e problemas de saúde. Nesse caso a cor atuou como cura.
(Feng Shui em Casa ano 7 nº 40 / Ed. On Line / Por, Vanessa Moura / Fotos, divulgação (Lucas Fonseca) / Projeto, Lucia Helena Bellini; Consultoria, Marcos Murakami; fonte, Água e Estilo Design de Aquários; mobiliário, Breton Actual, Clami Design e Espaço Exclusivo; iluminação, Puntoluce; vasos e plantas, Petrônio Jardins.)








Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...